RECEBA ATUALIZAÇÕES RELIQUIA DA TV POR EMAIL coloque aqui seu email

Feche todos os anuncios para assistir.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

2

Flipper, O Golfinho - 15 Episódios / Qualidade Boa / Dublado / 3 DVD's

Flipper era uma série de televisão norte-americana de 88 episódios, de 25 minutos cada, criado por Ricou Browning e Jack Cowden e foi apresentado originalmente de 19 de setembro de 1964 até 1 de setembro de 1968 pela rede NBC, nos Estados Unidos. Esta série é uma adaptação ou um spin-off do filme Flipper de 1963. Na realidade Flipper nunca existiu. Para interpretar o papel foi necessário cinco golfinhos fêmeas, por os machos geralmente apresentam marcas de dentes na parte de cima, devido as lutas para conseguir as fêmeas e os produtores necessitavam que os golfinhos tivessem corpos impecáveis.
Os golfinhos nunca trabalhavam em liberdade, a série foi rodada no interior de um perímetro cercado nas Bahamas e também onde aconteciam o seu treinamento. Richard O´Barry, um treinador de golfinhos escreveu textualmente: "depois de dois dias sem comer, não há nada que um golfinho não faça por um bom pescado". A voz inclusive de Flipper era falsa. O som que se escutava quando animal balançava a cabeça na água salgada e sacudia o corpo, foi gerado por Mel Blanc que também fazia as vozes do Pernalonga e de outros desenhos animados.
Na década de 60, quando a série se tornou um sucesso, um golfinho treinado tinha um custo de 400 dólares e todos queriam ter um. Quem tinha dinheiro para construir uma piscina queria ter um Flipper. O Sea Aquarium de Miami, dono da mesma empresa que produziu a série, se converteu por isso no principal exportador de golfinhos fêmeas. Todos os aquários do mundo apresentavam como o verdadeiro Flipper. A série causou mais dano do que benefício aos golfinhos. O público enamorado de Flipper, começou a pedir leis mais rígidas que defendiam os mamíferos marinhos e assim começaram as primeiras proibições de captura. No inicio dos anos 70 o preço de um golfinho era por volta de 220.000 dólares.
Nos anos 80, ao descobrir que se matava mais golfinhos do que realmente eram capturadas, uma campanha se estendeu por todo o Estados Unidos. A imagem de Flipper tem, talvez, mais matado golfinhos do que salvo suas vidas. Os golfinhos gozam hoje de carinho do público que as protege e cada vez aumento o número de pessoas que não desejam vê-lo em cativeiro. Susie, Kathy, Liberty, Patty e Sharky, as  protagonistas da série Flipper morreram no cativeiro, compradas por um circo de quarta categoria quando a série foi encerrada. Ric O´Barry, o treinador, foi detido em 1970 na ilha de Bimimi por tentar libertar um golfinho do cativeiro. Desde então dirige uma associação de proteção aos golfinhos que tem como objetivo libertar golfinhos que estejam  em cativeiro em todo o mundo.
A história da série Flipper conta o dia-a-dia do guarda Porter Ricks, que trabalha numa reserva marinha na Flórida, nos Estados Unidos, cuja a função é proteger de mergulhadores e pessoas mau-intencionadas, os peixes, os corais e toda espécie de vida que exista na reserva. Porter Ricks é um viúvo que seu tempo em zelar pela vida marinha e cuidar de seus dois filhos: Sandy de 15 anos e Bud de 10 anos de idade. As crianças contam sempre com a ajuda do golfinho Flipper, para sair das enrascadas ou para ajudar a combater destruidores do meio-ambiente. 
Flipper é um animal extremamente inteligente e dócil, que mantém com Sandy e Bud (principalmente com Bud) uma intensa  relação de carinho. Na primeira temporada da série aparecia periodicamente o personagem Hap Gorman (Andy Devide), um velho carpinteiro marinho com inúmeras histórias sobre a vida e aventuras do mar. Durante a segunda tempora, uma atriz sueca de nascimento, Ulla Stromstedt, participou periodicamente durante a segunda temporada como oceanógrafa chamada Ulla Nostrand, que freqüentava a região e onde estudava o oceano e vida nos pântanos e às vezes ajudava o guarda-florestal e seus filhos em assuntos de execução do parque. A série Flipper fez um grande sucesso no mundo todo, e no Brasil não foi diferente, quando passou por aqui na década de 60, conseguiu reunir uma legião de fãs. 


2 comentários:

Agnaldo Maia disse...

Caro Amigo por quanto você me faz essa série para enviar via facebook.

Paulo Sergio da Veiga Rocha disse...

Sabe os títulos desses episódios e quanto custam os DVD's postados para 92.990-000?

Comentários Recentes


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...